Reativando o sagrado feminino

A Irmandade da Rosa

Nos últimos anos vem se intensificando a atuação das Deusas da Irmandade Rosa🌹, ancorando códigos e frequências para o despertar do Sagrado Feminino na humanidade. E esse trabalho foi intensificado nos meses de Novembro-Dezembro/2018 , conforme canalizado por Elsa Farrus. Seguem trechos de textos que explicam essa ativação🌹: "A Irmandade da Rosa está a reemergir… Continuar lendo A Irmandade da Rosa

Anúncios
Viver é uma arte

Saindo da bolha

Passamos tanto tempo vivendo em um mundo ilusório  e agora que nossa realidade esta se modificando ficamos por algum tempo sem foco, sem saber pra onde ir, o que fazer. Muito a nosso redor esta mudando, mesmo que não percebamos. Nós estamos mudando. Ao invés de ficarmos apreensivos, devemos nos entregar, soltar a mente e… Continuar lendo Saindo da bolha

Viver é uma arte

Pare. Sinta. Perceba o seu redor

Vivemos em uma era imediatista, não respeitamos mais os processos , os ciclos, deixamos de apreciar o caminho. Tudo parecer ter que ser concluído imediatamente, tudo tem de ser "fast", qualquer espera nos faz perder a paciência, nos tira do sério. É o carro que demorou um segundo para sair no farol, é o download… Continuar lendo Pare. Sinta. Perceba o seu redor

Viver é uma arte

Reconheça o melhor em você.

Se percebermos que algumas situações não são adequadas, não adianta só questioná-las, apontar o que está errado. Devemos procurar o que fazer para melhorar, começando a fazer o nosso melhor a cada momento. Não estamos aqui para dizer ao outro o que ele deve fazer, mas aprendermos o que de melhor temos a oferecer. Todos… Continuar lendo Reconheça o melhor em você.

Viver é uma arte

De quem foi a culpa?

Esse trecho do livro O Tao da Paz- Guia para a paz interior e exterior -Diane Dreher: "Quando não estamos integrados ao Tao, muitas vezes nos tornamos defensivos, transformando problemas em jogos de culpa. Trabalhei durante um ano, durante meu período da universidade, como recepcionista de um consultório médico. Um dia, com o consultório cheio… Continuar lendo De quem foi a culpa?